Quando a vida depende de um leite que custa R$1.500


Enquanto não ganha na Justiça o direito a auxílio, a mãe da pequena Suelen luta por doações 

IMG-20160327-WA0107A vida da menina Karolayne, de 17 anos, mudou completamente com a chegada da pequena Suelen, fruto de uma gravidez não planejada. A neném, hoje com quatro meses, nasceu com uma deficiência raríssima chamada erro inato do metabolismo e, por isso, precisa tomar um leite que custa R$ 1.500, chamado Mix Acidúrico propiônico, além de complementos e remédios também caros. Como cada lata dura apenas uma semana, Suelen vive dia após dia uma batalha por doações, enquanto não consegue ganhar na justiça o direito de receber o leite que garante a saúde da filha.

“Quando meu caso foi divulgado na mídia, a prefeitura do Rio entrou em contato comigo e me deu uma lata. Mas não é suficiente. Preciso ter esse direito garantido toda semana”, diz.

A quantidade de leite que ela tem em casa terminará daqui a três semanas, mas Karolyne não perde a fé. “Quando eu descobri a doença dela eu arrumei uma força que não sabia que tinha. Mesmo ela tendo esse quadro especial eu busquei muito mais a Deus. Quando os médicos disseram que ela poderia vir a óbito, eu pedi a Deus que não levasse minha filha”, afirma emocionada.

Para cuidar da bebê, Karolyne conta somente com a ajuda de sua mãe. “O Pai dela não é presente. Eu sou pai e mãe. Minha mãe me ajuda como pode porque trabalha”, conta menina que faz ensino médio e está de licença no emprego (é menor aprendiz).

A jovem vive em vigília constante. A qualquer hora Suelen pode precisar de atendimento de emergência, como já ocorreu depois que recebeu alta do hospital onde ficou internada até os dois meses de vida: “Ela ainda não pode tomar vacinas porque tem imunidade baixa. E se ela não tomar o leite especial pode ter apneia, convulsão, coma, queda do batimento cardíaco, vômitos contínuos, correndo risco de vida. Imagina como fica o meu coração.”

IMG-20160327-WA0105 (1)

Karolayne sabe que sua dedicação será por toda a vida e já pensa em fazer Medicina, com especialidade em Nutrologia, para estudar a fundo o problema da filha: “Ela sempre vai precisar de acompanhamento. Vai ser vegetariana e pode ter algumas sequelas, mas ainda não é possível saber. Sonho em encontrar a cura para essa deficiência e poder ajudar Suelen e outras crianças.”

A menina diz que toda ajuda é bem-vinda: “Fiz uma pagina no Facebook chamada Força Suelen, onde conto a nossa história e disponibilizo uma conta para doações em dinheiro. Mas já recebi doações de fralda descartável, leite… Cada um ajuda como pode.”

Para quem quiser ajudar:

Página no Facebook – Força Suelen

Conta para doações – Bradesco Poupança Agência : 3431 Dig: 2. Conta: 0013863 Dig: 0
Nome: Karolayne de Carvalho Jorge

A sessão de fotos foi feita pelo querido amigo Leo (Leonardo Candido Fotografia)

2 Comentários

Keila
Reply 04/13/2016

Deus proteja e abençoe a Suellen e todos os nenêns especiais.

Lane
Reply 04/19/2016

Que Deus abençoe essa linda criança que ela possa viver anos e MTS anos ,

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Preencha todos os campos marcados *