Como proteger bebês, crianças e gestantes do Zika Vírus


Plano de engravidar deve ser adiado, aconselha especialista

IMG_20151130_002052Se as mamães e gestantes já estavam em alerta por causa do zika vírus, agora é preciso redobrar os cuidados. O Ministério da Saúde confirmou, em nota à imprensa, a relação entre o zika vírus e o surto de microcefalia na Região Nordeste, com base no resultado de exames realizados em um bebê, nascido no Ceará. O diagnóstico foi dado pelo Instituto Evandro Chagas, que anunciou ter identificado a presença do zika vírus em amostras de sangue e tecidos deste bebê. Segundo o instituto, o bebê apresentava microcefalia (nascer com a cabeça menor que o normal) e outras malformações congênitas, e que acabou morrendo. Outras duas mortes também já foram relacionadas ao zika vírus.

Por isso, o Ministério pede uma mobilização nacional para conter mosquito transmissor, o Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya.

Como proteger bebês e crianças

IMG_20151130_001913O infectologista e epidemiologista Edimilson Migowski, que é diretor do Hospital de Pediatria da UFRJ, explica que os cuidados para proteger os filhos são os mesmos em relação à dengue:

– Passar repelente pelo menos três vezes por dia.

– Colocar roupas que protejam a pele.

– Evitar regiões onde você tenha sabidamente o mosquito.

– Combater o vetor em casa evitando acumular água parada. As larvas se desenvolvem em água limpa ou suja. “É bom lembrar que cerca de 80% dos focos estão na casa das pessoas”, diz o epidemiologista.

Adiar gravidez

– Engravidar neste momento é arriscado.

Dr Migowiski aconselha que as mulheres deixem para engravidar só a partir de junho, quando há redução dos casos, já que os mosquitos diminuem um pouco sua atividade.

Cuidados para quem já está grávida

– Assim como as crianças, mulheres grávidas devem tomar providências (citadas acima) para se proteger ao máximo da picada do mosquito. Se possível, evitar viagens para áreas onde há surto da doença.

– É importante saber que nem toda grávida que teve o zika vírus terá um bebê com microcefalia.

– Também é fundamental saber identificar os sintomas da zika: manchas pelo corpo, coceira, febre, conjuntivite e dor nas articulações. A gestante que perceber estes sinais deve procurar imediatamente atendimento médico. Lembre-se que só se deve tomar remédio sob a orientação de um profissional.

– Acompanhamento por ultrassom: de acordo com o Ministério da Saúde, em análise inicial, o risco de o bebê desenvolver má formação no cérebro está associado aos primeiros três meses de gravidez. Mas foi divulgado na última quarta-feira (2/12) que profissionais de saúde têm observado diminuição do crânio de fetos em fases avançadas da gravidez. Por isso, é importante o médico monitorar o tamanho da cabeça do bebê nos exames de ultrassom. Caso seja constatada microcefalia, ele será examinado quando nascer para que sejam indicadas terapias e tratamentos.

 

Leia também...

ti e llu
Zika vírus: como proteger crianças pequenas dos mosquitos na hora de dormir
December 11, 2015

12 Comentários

Rafaela Soares
Reply 12/01/2015

Conjuntivite, e coceira nos olhos, em Crianças de 8 meses pode ser sinal da doença??

    Tais Faccioli
    Reply 12/03/2015

    Oi Raphaele,

    Você tem que observar se a criança vai manifestar outros sintomas do zika vírus, como manchas vermelhas na pele, coceira e febre. O zika vírus também provoca dor nas articulações, mas é difícil perceber isso em bebês que ainda não falam. O ideal é procurar um médico ou um posto de saúde para confirmar se a criança tem apenas conjuntivite ou o zika vírus. Boa sorte e saúde para o seu bebê.

Kelly Andrade
Reply 12/06/2015

Pode usar repelente em recém nascido? Se sim, qual você indicaria?.

    Tais Faccioli
    Reply 12/08/2015

    OI Kelly. De acordo com a maioria dos pediatras e dermatologistas, recém-nascidos não devem usar repelente industrializado. O ideal é usar repelente caseiro.

    Veja a receita:

    RECEITA de repelente caseiro

    25 gramas de cravo da Índia (pacote pequeno que vende no mercado)
    200 ml de álcool
    30 ml de óleo Johnson

    Coloque em um recipiente o cravo e o álcool e deixe descansar por 3 dias. Depois, junte o óleo e esta pronto seu repelente de cravo.

    Espero ter ajudado. Bjks

Neusa
Reply 12/06/2015

Quero engravidar mas tenho medo.

    Tais Faccioli
    Reply 12/08/2015

    Oi Neusa,

    Realmente dá medo engravidar em meio a tantas notícias ruins. Espero que consigam encontrar logo uma forma de eliminar esse mosquito de vez.

    Bjs

Renata
Reply 12/06/2015

Engravidar a partir de junho, ok. Mas se estão falando que há risco até o final da gestação então uma mulher que engravidar em junho terá o bebê em março. Se o risco é no verão então como fazer com a gravidez depois do inverno????
Ninguém sabe de nada e estão assustando absurdamente a população. Tentem fazer uma vacina urgente e acabar com o mosquito. A solução não é não engravidar a solução é eliminar o mosquito. Vergonha de ser brasileira, vergonha deste país nojento.

    Tais Faccioli
    Reply 12/08/2015

    Você tem razão Renata. E a cada dia a gente descobre uma nova informação para nos deixar ainda mais preocupadas. :(
    Também torço para que desenvolvam logo uma vacina para acabar com esse mosquito.

Tamara Agostini
Reply 12/07/2015

Estive a passeio em Porto de Galinhas em novembro, quando já havia fechado o primeiro trimestre de gravidez. Não lembro de ter sido picada por mosquito e não tive nenhum dos sintomas. Mesmo assim, é possível eu ter tudo ótica vírus? Há algum exame de sangue que possa detectá-lo?
É verdade que há estudos que indicam que a microcefalia só apareceria em gestantes que contraíram o Xuxa e a dengue, já que o primeiro não seria capaz de sozinho causar a mal formação?
Agradeço e aguardo os esclarecimentos.

    Tais Faccioli
    Reply 12/13/2015

    Oi Tamara. Estima-se que, em 75% das infecções por zika vírus, o paciente não apresenta qualquer sintoma. Então é possível que você tenha tido o zika. De acordo com o infectologista Edimilson Migowski, a sorologia para zika vírus ainda não está comercialmente disponível. Mas é possível pesquisar o vírus no período da infecção. Para um resultado preciso, o exame deve ser feito até cinco dias após o início da infecção. Infelizmente, ainda não existe um teste sorológico que determine se a pessoa teve zika meses atrás.

    Como você não tem como saber se teve o vírus no passeio a Porto de Galinhas, o meu conselho é que você redobre os cuidados daqui pra frente. O importante é se proteger das picadas de mosquito usando repelente e evitando acumular água parada para evitar que se formem criadouros do aedes aegypt na sua casa. Procure também evitar viagens a locais com surto de zika virus ou dengue, já que o mosquito transmissor é o mesmo.
    Além disso, converse com seu obstetra para avaliar a necessidade de repetir um ultrassom para medir o perímetro cefálico do seu bebê.
    Em relação à sua outra pergunta, se é verdade que há estudos que indicam que a microcefalia só apareceria em gestantes que contraíram a dengue, o professor Edimilson Migowski diz que essa hipótese é considerada pelos estudiosos, mas ainda está longe de ser comprovada. Por isso, ele diz que todas as gestantes devem ter cuidado máximo!
    Espero ter ajudado. Que Deus proteja você e seu bebê. Manda notícias pra gente! Bjs

Ester
Reply 12/10/2015

Boa tarde.
Também estive em Porto de Galinhas em outubro quando estava com 14 semanas de gestação. Também não lembro de ter sido picada por mosquito mas estou temerosa... li que na região de Ipojuca teve 14 casos de microcefalia. Não há exame que detecte o vírus e agora devemos orar a Deus para que livre nossos bebês desse surto.

    Tais Faccioli
    Reply 12/10/2015

    Oi Ester,

    Essa situação deixa a todos nós preocupados. Que Deus projeta o seu bebê.
    Bjs

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Preencha todos os campos marcados *